November 5, 2013 / 8:19 PM / 4 years ago

Itália vai limitar tráfego de navios de cruzeiro em Veneza

2 Min, DE LEITURA

Navio de cruzeiro MSC Musica navega pela lagoa de Veneza, na Itália, em junho de 2012. O governo italiano anunciou que começará a limitar o tráfego de navios de grande porte pela cidade. 17/06/2012Stefano Rellandini

ROMA, 5 Nov (Reuters) - A Itália começará a limitar imediatamente o tráfego de grandes navios de cruzeiro na lagoa de Veneza, e as embarcações maiores, de mais de 96 mil toneladas de arqueação bruta, serão impedidas de circular na região a partir de novembro do ano que vem, afirmou o governo nesta terça-feira.

Aumentaram nos últimos anos os protestos de moradores de Veneza e ambientalistas preocupados com os danos causados ​​pelo aumento do tráfego de navios de cruzeiro na cidade frágil, um dos destinos turísticos mais populares do mundo.

O primeiro-ministro italiano, Enrico Letta, se reuniu com os ministros dos Transportes e da Cultura, o governador da região do Veneto e o prefeito de Veneza, e aprovou planos para limitar ou suspender o tráfego de navios em partes da lagoa de Veneza e perto da famosa Praça San Marco.

"Nós já tivemos o suficiente desses meganavios de cruzeiro a poucos metros de distância de San Marco. A partir de agora, haverá limites claros sobre o tamanho dos navios que podem entrar em Veneza", disse o prefeito da cidade italiana, Giorgio Orsoni.

A preocupação com o risco representado pelas enormes embarcações foi agravada pelo desastre do Costa Concordia, o navio de 114.500 toneladas que naufragou ao largo da ilha toscana de Giglio, em 2012, matando 32 pessoas.

Grandes navios de cruzeiro não poderão usar o canal entre o continente e a ilha de Giudecca, enquanto que um novo canal de acesso será desenvolvido junto ao principal terminal de transporte marítimo.

A partir de janeiro de 2014, o tráfego de navios de cruzeiro em frente à Praça San Marco, no coração da cidade, será limitado. O número de navios superiores a 40.000 toneladas autorizados a atravessar o canal Giudecca será reduzido em 20 por cento em relação ao patamar de 2012.

A partir de novembro do ano que vem, as embarcações maiores de 96 mil toneladas serão totalmente proibidas de cruzar o canal Giudecca.

Reportagem de Steve Cherer e James Mackenzie

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below