Yoko Ono abre exposição sobre a paz em Sydney

quinta-feira, 14 de novembro de 2013 11:44 BRST
 

SYDNEY, 14 Nov (Reuters) - Na nova exposição de Yoko Ono, "A Guerra Acabou (se você quiser)", na Austrália, a escritora, artista e ativista da paz espera unir as pessoas para sonhar e trabalhar em direção a um futuro melhor através da arte.

"Isso é o que podemos fazer para mudar a sociedade", disse Yoko Ono, viúva do Beatle John Lennon, em coletiva de imprensa no Museu de Arte Contemporânea da Austrália, em Sidney, onde a exibição será aberta ao público na sexta-feira e fica em cartaz até fevereiro.

As partes interativas da exibição foram concebidas para encorajar a colaboração entre as pessoas, sempre em conexão com o tema central sobre a paz mundial, disse.

A exposição multimídia, a primeira individual de Yoko na Austrália, expõe trabalhos de mais de cinco décadas, incluindo esculturas, colagens e um jogo de xadrez somente com peças brancas.

O título "A Guerra Acabou (se você quiser)" se refere à campanha feita por Yoko e Lennon em 1969, quando eles alugaram outdoors em várias cidades para veicular uma mensagem de paz na época do Natal.

"A mudança não é fácil, mas temos que entender que se não dermos abertura à mudança, isso é morte", disse Yoko.

"Quando John e eu nos posicionamos, poucas pessoas eram ativistas. Agora eu acho que 90 por cento do mundo é de ativistas", disse ela.

(Reportagem de Thuy Ong)

 
Artista Yoko Ono posa para foto com a Opera House ao fundo durante a abertura de sua exposição individual em Sydney. Na nova exposição de Yoko Ono, "A Guerra Acabou (se você quiser)", na Austrália, a escritora, artista e ativista da paz espera unir as pessoas para sonhar e trabalhar em direção a um futuro melhor através da arte. 14/11/2013. REUTERS/David Gray