Participantes de reality show nos EUA são acusadas de fraude

segunda-feira, 18 de novembro de 2013 20:45 BRST
 

NOVA YORK, 18 Nov (Reuters) - Promotores acusaram nesta segunda-feira os norte-americanos Teresa e Joe Giudice, conhecidos por participarem do reality show "Real Housewives", de terem mentido há oito anos quando solicitaram um empréstimo dizendo que Teresa era corretora de imóveis em vez de dona de casa.

Um júri federal de instrução de Newark, em Nova Jersey, incorporou duas novas acusações à longa lista de supostas fraudes cometidas pelo casal, segundo promotores.

Joe e Teresa Giudice participaram de cinco temporadas de "Real Housewives", reality show cujo nome significa "donas de casa reais", do canal Bravo.

Eles já haviam sido acusados de fraude bancária e fraude na solicitação de crédito imobiliário e de outros empréstimos entre 2001 e 2008. Ao todo, respondem agora por 41 acusações, inclusive de sonegação fiscal.

Além disso, o casal, que declarou falência em 2009, é acusado de ter sonegado quantias recebidas por Teresa do programa de TV.

Segundo o anúncio desta segunda-feira, as duas novas acusações dizem respeito a um empréstimo imobiliário que Teresa contraiu em 2005, no valor de 361.250 dólares.

Ao solicitar o crédito, segundo os promotores, o casal declarou que Teresa era corretora imobiliária com renda mensal de 15 mil dólares, embora na verdade ela não trabalhasse fora de casa.

Henry Klingeman e Miles Feinstein, advogados de Teresa e Joe Giudice, respectivamente, disseram que ambos irão se declarar inocentes. O julgamento está marcado para começar em fevereiro.

A NBC Universal, dona do canal Bravo, não se manifestou.

(Reportagem de Emily Flitter)