"Doctor Who" celebra 50 anos de olho na expansão mundial

sábado, 23 de novembro de 2013 16:31 BRST
 

LONDRES, 23 Nov (Reuters) - Milhares de fãs de "Doctor Who" desembarcaram em Londres neste sábado para celebrar o 50º aniversário da série de ficção científica que tem dominado gerações com uma mistura peculiar de viagem no tempo, robôs implacáveis ​​e alienígenas do mal.

"Doctor Who", exibido pela primeira vez na televisão britânica em 23 de novembro de 1963, é a mais longa série de ficção científica do mundo, segundo o Guinness World Records. O seriado conta a história de um meio-humano com dois corações com poder de viajar pelo tempo. Agora é uma parte importante dos esforços da BBC elevar as vendas no exterior.

Na época de sua criação, crianças britânicas assistiam as cenas sem se incomodarem com os cenários pouco convincentes e com os alienígenas que pareciam mais homens usando roupas de borracha.

Interrompido há 24 anos, o seriado ressurgiu em 2005 de uma forma mais sofisticada.

Além da sólida base de fãs na Grã-Bretanha, conhecidos por "Whovians", a série arrebanhou fãs nos Estados Unidos, Austrália e Canadá e está em expansão em outros idiomas como China, Brasil e México.

O engenheiro de computação, Randy Bloch, de Chicago, Estados Unidos, foi um dos 24 mil fãs a se reunir em um centro de conferências para a comemoração do 50º aniversário, a ser transmitido em mais de 90 países e 15 línguas.

Alguns usavam trajes do "Doctor Who" para participar de oficinas, comprar produtos e participaru de workshops.

"Eu gosto de idealismo e otimismo de Doctor Who. Ele oferece esperança e aceitação para as pessoas", disse Bloch , vestindo uma roupa de "Doutor Who".