Prefeito de cidade australiana pede que Bieber limpe grafite em muro de hotel

quinta-feira, 28 de novembro de 2013 13:19 BRST
 

SYDNEY, 28 Nov (Reuters) - O prefeito da cidade australiana de Gold Coast pediu ao popstar canadense Justin Bieber que limpe a sujeira que fez ao grafitar o muro de um hotel durante a turnê do show "Believe".

O grafite abstrato foi feito na área da quadra de tênis do QT Hotel em Gold Coast, 80 quilômetros a sudeste de Brisbane, e postado na página de Bieber no Instagram, onde recebeu mais de 545.000 "curtidas".

O desenho era de um "blob" de um olho só com dentes em rosa, vários monstros em cores pinceladas, fantasmas Pac-Man e uma imagem do Bob Esponja com cruzes nos olhos.

"Essa monstruosidade não tem lugar na cidade", disse à Reuters um porta-voz do prefeito Tom Tate. "Se esse é o exemplo que Justin Bieber quer dar, é de fato infeliz, mas no fim do dia terá de ser limpo, quer ele decida fazer isso ou não."

O gabinete do prefeito enviou um "kit de remoção de grafite" para Bieber no hotel, mas o cantor já havia partido para Sydney para seus shows de sexta-feira e sábado.

O prefeito também mandou um tuíte diretamente a Bieber, dizendo: "Espero que tenha passado bons momentos em Gold Coast na Austrália. Espero vê-lo logo de volta para limpar sua sujeira".

Ele ainda não recebeu resposta de Bieber, que também fez um grafite com spray na parede de um hotel do Rio de Janeiro no começo do mês.

A Câmara de Vereadores da cidade australiana ordenou que o QT Hotel pinte a parede onde Bieber fez o grafite, mas o hotel defendeu a atitude do cantor.

"A obra de arte será deixada para que os fãs a desfrutem", informou o hotel em um email enviado à Reuters. "Nós achamos que é um acréscimo maravilhoso ao colorido cenário artístico de Gold Coast."

(Reportagem de Thuy Ong)

 
O cantor Justin Bieber em sua performance durante um show de seu tour na América Latina, no Jockey Club em Assunção. O prefeito da cidade australiana de Gold Coast pediu ao popstar canadense que limpe a sujeira que fez ao grafitar o muro de um hotel durante a turnê do show "Believe". 06/11/2013 REUTERS/Jorge Adorno