Artista francesa Laure Prouvost ganha prêmio britânico Turner

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013 20:39 BRST
 

LONDONDERRY, Reino Unido, 2 Dez (Reuters) - A artista de instalações de vídeo Laure Prouvost, nascida na França, ganhou o prestigiado Prêmio Turner nesta segunda-feira por um clipe curto que em parte conta a história ficcional de um avô cavando um buraco para ir à África e desaparecendo dentro dele.

Surpresa e emocionada, Laure, que vive e trabalha em Londres, disse a centenas de pessoas na cerimônia de premiação: "Eu não esperava isto de modo algum... Eu tinha certeza que não era eu."

Depois de apresentar o prêmio, a atriz irlandesa Saoirse Ronan, que já foi indicada para o Oscar, levou o bebê de Laure até o palco, e a plateia reagiu em coro com um "ah" de surpresa.

A cerimônia foi realizada em Londonderry, na Irlanda do Norte, na primeira vez que a premiação é concedida fora da Inglaterra. Laure disse a repórteres que sente que a Grã-Bretanha é sua terra de "adoção" por ser o país que a "deixou crescer".

O ganhador do Turner recebe 25 mil libras esterlinas (40.900 dólares) e os outros três na disputa, 5 mil libras cada.

Os finalistas foram o artista conceitual escocês David Shrigley, a pintora londrina Lynette Yiadom-Boakye e o artista inglês Tino Sehgal, que vive em Berlim e é especializado em criar encontros entre visitantes de galerias e pessoas que ele seleciona para conversar com eles.

Laure é conhecida por realizar instalações e filmes com complexos enredos e algumas vezes interrupções surreais, imagens e cortes agitados na edição.