Remake de "Noviça Rebelde" anima TV e Twitter nos EUA

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013 12:25 BRST
 

Por Jill Serjeant

NOVA YORK, 5 Dez (Reuters) - Uma versão ao vivo de "A Noviça Rebelde", estrelada pela cantora country Carrie Underwood e pelo ator Stephen Moyer, movimentou a televisão norte-americana e o Twitter na quinta-feira.

A obra da NBC -sobre uma aspirante a freira que se apaixona por um capitão austríaco- foi captada em vastos estúdios de cinema, com figurinos suntuosos, mas sem plateia. Esse formato evoca a tradição das décadas de 1950 e 60, quando a TV norte-americana frequentemente exibia musicais ao vivo.

A versão de três horas apresentada na quinta-feira se baseia no musical teatral de 1959, de autoria de Rodgers e Hammerstein, e não no premiado filme de 1965, estrelado por Julie Andrews.

Após semanas de intensa promoção, o programa foi o segundo assunto mais comentado no Twitter, atrás da morte de Nelson Mandela.

Muitos usuários das redes sociais, no entanto, criticaram os dotes dramáticos de Underwood e a falta de química entre os protagonistas.

"Não me leve a mal. Adoro umas coisas da Carrie Underwood, mas não estou curtindo essa versão", tuitou a espectadora Heather Whitford. "Nada baterá um original, mas fazer isso ao vivo na TV é incrível", argumentou o usuário Lonz.

(Reportagem de Jill Serjeant)

 
Cantora norte-americana Carrie Underwood é vista durante premiação de música country, em Nashville, nos EUA. Uma versão ao vivo de "A Noviça Rebelde", estrelada por Underwood e pelo ator Stephen Moyer, movimentou a televisão norte-americana e o Twitter na quinta-feira. 06/11/2013 REUTERS/Eric Henderson