Brasileiro "O Som ao Redor" fica fora da disputa pelo Oscar

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013 19:28 BRST
 

SÃO PAULO, 20 Dez (Reuters) - O filme brasileiro "O Som ao Redor" ficou fora da disputa pelo Oscar de Melhor Filme Estrangeiro na edição do ano que vem da principal premiação da indústria do cinema, informou a Academia de Artes e Ciências Cinematográfica nesta sexta-feira.

"O Som ao Redor" foi escolhido em setembro por uma comissão do Ministério da Cultura para representar o Brasil na disputa por uma indicação ao Oscar, mas não foi incluído na pré-lista dos indicados.

Segundo a academia cinematográfica de Hollywood, 76 filmes foram originalmente qualificados para concorrer à indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e avaliados entre meados de outubro e 16 de dezembro.

Agora, nove filmes seguem na disputa e a lista final com os cinco indicados ao Oscar nesta categoria será anunciada em 16 de janeiro. A cerimônia de entrega dos prêmios será em 2 de março de 2014, em Los Angeles.

Entre os filmes que disputam uma indicação ao prêmio está o belga "The Broken Circle Breakdown", o bósnio "An Episode in the Life of an Iron Picker", o cambojano "A Imagem que Falta", o dinamarquês "A Caça", o alemão "Duas Vidas", "O Grande Mestre", de Hong Kong, o húngaro "The Notebook", o italiano "A Grande Beleza", e o palestino "Omar".

Dirigido por Kléber Mendonça, "O Som ao Redor" é uma crônica urbana que traz uma reflexão sobre história, violência e barulho. O filme retrata a vida em uma rua de classe-média na zona sul do Recife (PE) que toma um rumo inesperado após a chegada de uma milícia que oferece a paz de espírito da segurança particular.

A presença desses homens traz tranquilidade para alguns, e tensão para outros, em uma comunidade que parece temer muita coisa. Enquanto isso, Bia, casada e mãe de duas crianças, precisa achar uma maneira de lidar com os latidos constantes do cão de seu vizinho.

Na seleção nacional, "O Som ao Redor" concorreu com outras 13 obras, como "Cine Holliúdy", "Colegas", "Cores", "Elena", "Faroeste Caboclo", "Gonzaga de Pai para Filho", "Meu Pé de Laranja Lima", "O Dia que durou 21 Anos", "O Que Se Move", "O Tempo e o Vento", "Porto dos Mortos", "Uma História de Amor e Fúria" e "Xico Stockinger".

Para o Oscar de 2013, o Brasil havia indicado "O Palhaço", dirigido pelo também ator Selton Mello, que acabou eliminado nesta mesma fase da disputa quando a Academia norte-americana divulgou a lista com apenas nove pré-classificados em dezembro de 2012.

(Reportagem de Bruno Marfinati)