Individualidade floresce no tapete vermelho do Globo de Ouro

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014 12:32 BRST
 

Por Piya Sinha-Roy

BEVERLY HILLS, Estados Unidos, 13 Jan (Reuters) - Ousadas peças vermelhas, reluzentes tons metálicos e vibrantes estampas florais enfeitaram o tapete vermelho do Globo de Ouro, no domingo, numa noite em que as estrelas do cinema deixaram as tendências de lado para apresentarem um estilo próprio.

Os tons de vermelho, às vezes evitados por serem semelhantes demais ao tapete que leva ao evento -e onde são feitas as fotos -, surgiram em várias silhuetas, caso de Amy Adams, indicada ao prêmio de melhor atriz cômica por "Trapaça", que chegou com as costas de fora, num Valentino que homenageia a década de 1970 -época em que o filme é ambientado. "Estou meio que influenciada por minha personagem", disse ela.

A novata Lupita Nyong'o, que concorria ao prêmio de coadjuvante por "12 Anos de Escravidão", surpreendeu os fãs com um vestido Ralph Lauren justo, de mangas curtas. A ousadia foi a marca também de Berenice Bejo (de "Nebraska"), que foi à cerimônia com um vestido rendado de Giambattista Valli; June Squibb, com um Tadashi Shoji de veludo e contas, e Emma Watson, que abriu mão do vestido e foi com um conjunto de calça e túnica vermelhas, de Christian Dior.

"O vestido tem calça, o que eu achei a coisa mais legal que eu já vi. Eu me sinto tão confortável", disse ela.

Outras optaram por tons de verde, caso de Reese Witherspoon (tom jade), Olivia Wilde (um Gucci justo e reluzente, cor de esmeralda) e Kerry Washington (um Balenciaga verde-hortelã). Wilde e Witherspoon, aliás, estão grávida.

Variando a paleta, Caitlin FitzGerald usou um vestido Emilia Wickstead turquesa, e Sarah Hyland optou por um vestido Georges Hobeika cor de pêssego.

"Fiquei muito impressionado com a diversidade, com a falta de uma tendência e com as escolhas algo inconvencionais no tapete vermelho neste ano. Não houve uma cor ou formato ou estilista que dominasse", disse à Reuters o jornalista Hal Rubenstein, editor especial da revista InStyle.

Outras atrizes optaram por estilos mais conservadores. Zooey Deschanel, da série "New Girl", usou um Oscar de la Renta esvoaçante, de cor ouro-fosco. Michelle Dockery, de "Downtown Abbey", optou pelo mesmo estilista, num modelo prateado e dourado, sem alças.

Dourado foi também a escolha de Anna Gunn ("Breaking Bad"), com um vestido da grife Donna Karan Atelier. Sally Hawkins foi com um Dior "vintage", cor creme, dos arquivos da marca.

Cate Blanchett, num Armani Privé, e Emma Thoppson, num Lanvin, apostaram na combinação do preto com dourado, e Julia Roberts foi com um Dolce & Gabbana preto com mangas brancas. Mais discretas ainda foi Meryl Streep, num Vivienne Westwood de cetim preto.

 
Atriz Amy Adams posa com seu troféu de Melhor Atriz, recebido por seu papel no filme "Trapaça", no 71º Globo de Ouro, em Beverly Hills, na Califórnia. Ousadas peças vermelhas, reluzentes tons metálicos e vibrantes estampas florais enfeitaram o tapete vermelho do Globo de Ouro, no domingo, numa noite em que as estrelas do cinema deixaram as tendências de lado para apresentarem um estilo próprio. 12/01/2014. REUTERS/Lucy Nicholson