Maestro italiano Claudio Abbado morre aos 80 anos

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014 15:54 BRST
 

MILÃO, 20 Jan (Reuters) - O maestro italiano Claudio Abbado, ex-diretor da Orquestra Filarmônica de Berlim, morreu aos 80 anos após uma longa doença, informou o Teatro alla Scala, de Milão, nesta segunda-feira.

Tido como o maior regente do mundo pelo Financial Times, Abbado foi cerimonialmente nomeado um senador italiano vitalício pelo presidente Giorgio Napolitano em agosto do ano passado.

Abbado foi diagnosticado com câncer em 2000, mas três anos depois formou a orquestra de Lucerna, pessoalmente selecionando cada um da maior parte dos membros.

O maestro sucumbiu a outro surto da doença em maio de 2010, forçando o La Scala a cancelar os concertos que ele teria que conduzir.

Alexander Pereira, que assumirá o cargo como gerente do La Scala em 2015, disse a um jornal austríaco em junho do ano passado que Abbado estava entre seus dois candidatos ideais para assumir o cargo de diretor musical do teatro.

(Reportagem de Sara Rossi e Isla Binnie)

 
O maestro italiano Claudio Abbado conduzindo, ex-diretor da Orquestra Filarmônica de Berlim, conduzindo a orquestra alemã, em 2001, em Roma. Nesta segunda-feira, o Teatro alla Scala informou a morte do maestro, aos 80 anos. 08/02/2001 REUTERS/STR New