Daft Punk e Lorde levam prêmios principais na festa do Grammy

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014 09:34 BRST
 

Por Mary Milliken e Piya Sinha-Roy

27 Jan (Reuters) - Duas atrações pouco convencionais, a música eletrônica francesa do Daft Punk e a adolescente da Nova Zelândia Lorde, levaram para casa os principais prêmios do Grammy na noite de domingo, numa festa que premiou robôs e novatos e reconheceu o direito de todas as pessoas ao casamento.

Pela primeira vez no Grammy ou em qualquer outra grande premiação norte-americana, 33 casais, do mesmo sexo ou não, foram casados pela cantora Queen Latifah, ao som do hino dos direitos gays, "Same Love", de Macklemore & Ryan Lewis. A cantora Madonna apareceu com um conjunto branco e um chapéu de caubói para concluir a cerimônia com "Open Your Heart".

A glamourosa noite da indústria da música também teve os dois Beatles ainda vivos, Paul McCartney e Ringo Starr, numa rara apresentação conjunta, marcando o aniversário de 50 anos do estouro da banda na TV norte-americana.

Na premiação, o duo robótico Daft Punk levou o prêmio de melhor álbum do ano por "Random Acess Memories" e gravação do ano com o sucesso dançante "Get Lucky", em que participam Pharell Williamns e Nile Rodgers.

Rodgers elogiou o duo francês por fazer o som eletrônico usando música gravada de forma analógica, chamando isso de "um trabalho de amor".

"O fato de eles terem decidido fazer todo esse esforço, eles tiveram essa visão incrível e acreditaram que conseguiriam algo muito bom ao fazer isso", disse Rodgers.

Formado no início dos anos 1990 por Thomas Bangalter and Guy-Manuel de Homem-Christo, o Daft Punk foi pioneiro na música eletrônica, que recentemente tomou a indústria pop norte-americana.

Não foi possível saber o que os dois músicos mascarados pensaram a respeito do prêmio porque eles optaram por não fazer declarações como parte da sua performance.   Continuação...

 
Pharrell Williams aceita o prêmio de álbum do ano em nome da dupla Daft Punk por "Get Lucky", durante o 56º Prêmio Grammy, em Los Angeles, Califórnia. Duas atrações pouco convencionais, a música eletrônica francesa do Daft Punk e a adolescente da Nova Zelândia Lorde, levaram para casa os principais prêmios do Grammy na noite de domingo, numa festa que premiou robôs e novatos e reconheceu o direito de todas as pessoas ao casamento. 26/01/2014. REUTERS/Mario Anzuoni