Bieber fumou maconha e tomou remédios antes da prisão em Miami, diz procuradoria

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 18:24 BRST
 

MIAMI BEACH, Estados Unidos, 30 Jan (Reuters) - O cantor canadense Justin Bieber tinha em seu organismo a presença de maconha e remédios receitados para ansiedade no momento de sua prisão na semana passada nos Estados Unidos, informou nesta quinta-feira a procuradoria do Estado da Flórida.

O relatório preliminar divulgado pelo gabinete da Procuradoria do Estado da Flórida no condado de Miami Dade não especifica a quantidade de maconha e alprazolam - mais conhecido como Xanax, um medicamento anti-ansiolítico - que o cantor de 19 anos tinha no sangue.

A polícia disse que ele foi reprovado em um teste de sobriedade feito no local, depois de ter sido pego supostamente disputando um racha em 23 de janeiro.

Bieber, que é canadense, foi indiciado por dirigir sob influência de substâncias, resistir à prisão, sem violência, e dirigir com a habilitação vencida. Ele se declarou inocente.

O cantor de "Boyfriend", que se enquadra na proibição legal dos EUA de consumo de bebida alcoólica por menores de 21 anos, também tinha uma quantidade mínima de álcool no sangue, mas teve dificuldade em realizar um teste de bafômetro, diz o relato oficial da polícia.

Bieber, cuja vida privada deu uma guinada no último ano, também foi indiciado na quarta-feira por atacar um motorista de limusine em Toronto, em dezembro.

(Reportagem de Zachary Fagenson)