Droga achada na casa de ator leva 4 a serem presos, diz jornal

quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014 11:04 BRST
 

Por Dan Whitcomb

5 Fev (Reuters) - Quatro pessoas foram presas na terça-feira por suposta ligação com as drogas encontradas na casa do ator Philip Seymour Hoffman, que morreu no fim de semana por causa de uma aparente overdose, disse o jornal New York Daily News citando fontes policiais não identificadas.

As prisões ocorreram durante uma batida policial em um imóvel do bairro de Chinatown, em Manhattan, que a polícia suspeita estar na origem da heroína encontrada na casa de Hoffman, segundo o jornal.

Um porta-voz da polícia de Nova York disse à Reuters que as autoridades encontraram narcóticos no prédio de Chinatown, e que quatro pessoas foram detidas. Ele se recusou a confirmar se as detenções estão diretamente relacionadas à morte de Hoffman, ganhador do Oscar de melhor ator em 2006.

Um segundo porta-voz da polícia informou à Reuters na terça-feira à noite que a heroína achada no apartamento de Hoffman depois da morte não estava diluída nem misturada à substância chamada fentanil, um narcótico sintético que, segundo autoridades sanitárias, já causou várias mortes por overdose nos últimos meses.

"Não foi achado fentanil nas drogas", disse o porta-voz.

Hoffman, de 46 anos, foi encontrado morto no domingo, no chão do banheiro de seu apartamento, ainda com uma seringa espetada no braço. Cerca de 20 papelotes de heroína também foram apreendidos no imóvel.

Os resultados preliminares da autópsia devem ser divulgados na quarta-feira.

Hoffman, que deixa três filhos com sua companheira Mimi O'Donnell, tinha um longo histórico de problemas com drogas. O ator - considerado um dos mais talentosos da sua geração - buscou tratamento no ano passado, após mais de 20 anos de abstinência.

Um representante da família disse que Hoffman será sepultado numa cerimônia íntima, e que um evento público será realizado nas próximas semanas.

 
Um exemplar da revista do New York Times com uma foto do ator Philip Seymour Hoffman na capa fotografada em meio às homenagens deixadas em frente ao apartamente dele, em Nova York. Quatro pessoas foram presas na terça-feira por suposta ligação com as drogas encontradas na casa de Hoffman, que morreu no fim de semana por causa de uma aparente overdose, disse o jornal New York Daily News citando fontes policiais não identificadas. 3/02/2014. REUTERS/Carlo Allegri