David Brockie, vocalista da banda Gwar, é encontrado morto em casa

segunda-feira, 24 de março de 2014 19:14 BRT
 

Por Gary Robertson

RICHMOND, EUA, 24 Mar (Reuters) - David Brockie, vocalista da banda de metal "extraterrestre" satírica Gwar, foi encontrado morto em sua casa em Richmond, nos Estados Unidos, disse a polícia. Ele estava com 50 anos.

Os agentes da polícia foram chamados na casa de Brockie no domingo à noite e o encontraram lá dentro, informou a polícia em um comunicado. A polícia não suspeita que tenha sido crime e uma autópsia vai determinar a causa da morte, diz o texto.

A Gwar, fundada por Brockie e colegas dele do curso de arte da Virginia Commonwealth University, na década 1980, é descrita em seu site como "a única banda de rock abertamente extra-terrestre na Terra".

O grupo, que já foi indicado ao Grammy, é cultuado por fãs em todo o mundo por sua mescla de thrash metal, roupas grotescas e shows escandalosos.

Descrita pelo jornal Seattle Post Intelligencer, em 2007, como "a criança mutante da hair music do início dos anos 80", as palhaçadas da Gwar no palco incluíam fingir que estavam urinando, desmembramento de bonecos de tamanho natural e muito sangue falso. O grupo lançou seu último álbum no ano passado.

Em uma entrevista para a televisão recheada de palavrões, produzida este ano para o festival de música Soundwave, da Austrália, Brockie disse que costumava estar menos do que sóbrio no palco.

"Para mim, estar embriagado é não perder tempo. Quando estou sóbrio, estou perdendo tempo, literalmente", disse ele.

Don Drakulich, outro fundador do Gwar e um dos responsáveis pelos trajes e adereços, disse saber pouco sobre a morte de Brockie, exceto que seu companheiro de quarto encontrou o corpo.

"É muito triste, e eu estou chocado", disse Drakulich, que já não faz turnês com a banda.

(Reportagem de Ian Simpson)