Presidente da Rússia se divorcia oficialmente da mulher

quarta-feira, 2 de abril de 2014 17:44 BRT
 

MOSCOU, 2 Abr (Reuters) - O presidente russo, Vladimir Putin, se divorciou formalmente da mulher, Lyudmila, depois de mais de 30 anos de casamento, informou o porta-voz do Kremlin nesta quarta-feira. O casal anunciou a separação, surpreendentemente, no ano passado.

"O divórcio se concretizou", afirmou Dmitry Peskov, sem dar mais detalhes.

Putin e sua mulher anunciaram o fim do casamento em junho em uma transmissão ao vivo da televisão estatal russa, confirmando especulações de longa data de que estavam separados. Na época, o Kremlin deixou claro que o rompimento ainda teria de ser formalizado.

O presidente, de 61 anos, ex-espião da KGB, mantém discrição sobre sua vida pessoal e pouco se sabe sobre sua mulher e duas filhas, ambas na casa dos 20 anos.

Em 2008, Putin disse que não era verdade a informação de um jornal de que ele se preparava para se casar com a atleta olímpica Alina Kabayeva, da ginástica rítmica, nascida em 1983, o mesmo ano em que ele se casou com Lyudmila.

Putin disse a jornalistas que mantivessem seus "narizes impertinentes" fora de sua vida privada e o jornal, o Moskovsky Korrespondent, fechou logo depois.

Kabayeva, uma das atletas que carregaram em fevereiro a tocha olímpica nos Jogos de Sochi, também negou qualquer relacionamento com Putin.

(Reportagem de Alexei Anishchuk)