4 de Abril de 2014 / às 17:23 / 4 anos atrás

Cinco destinos que os fãs de "Game of Thrones" devem visitar

4 Abr (Reuters) - No intervalo sombrio e triste entre as temporadas de “Game of Thrones”, que maneira melhor de manter os fãs no clima do programa do que visitar algumas das regiões exóticas onde as filmagens foram feitas?

Confira a seguir os locais onde o incesto, as pilhagens e as frequentes mortes da trama ocorreram. O artigo abaixo é uma versão editada de uma compilação do site de viagens GoEuro.co.uk. e pode conter alguns spoilers.

IRLANDA DO NORTE

Grande parte da terra fictícia de Westeros está localizada na Irlanda do Norte. O inverno pode ter acabado, mas dada a média de 300 dias por ano de chuva ou nublados na Irlanda, muitas das cenas filmadas aqui foram usadas para representar Winterfell, no norte, e outras partes menos ensolaradas dos Sete Reinos.

Dark Hedges, Irlanda do Norte

Aqueles que querem trilhar os mesmos caminhos da família Stark devem explorar a área de Downpatrick, onde o castelo de Ward foi usado para filmar parte das cenas na casa da família. Os arredores do castelo de Audley e o bosque nas proximidades eram os locais de acampamento de guerra da família na primeira temporada.

Mais ao norte, você vai encontrar a locação para o Castelo Negro - a pedreira abandonada Magheramorne, que está atualmente em negociação para ser transformada em um centro de esportes e de aventura.

Aparentemente, o terreno acidentado da Irlanda é muito adaptável para um cenário mitológico. Há algo de fantástico nesta região e acredita-se que as Montanhas Mourne inspiraram “As Crônicas de Nárnia”, de C.S. Lewis.

A última dica para a Irlanda do Norte são as Grutas de Cushendun, na região de Antrim, onde uma das cenas mais perturbadoras da segunda temporada foi filmada: o nascimento do bebê de Melisandre.

MALTA

Deixando a Irlanda e seguindo em direção ao sul para climas mais quentes está Malta, uma paisagem usada em grande parte da primeira temporada. A antiga capital do país, Mdina, serviu de cenário para a cidade central de Westeros com grande efeito. Os muito bem preservados edifícios históricos encaixam-se perfeitamente no tema de grandeza medieval.

Palácio de San Anton, Malta

O anúncio de Lord Stark a Cersei de que sabia de seu segredo incestuoso foi filmado no monastério dominicano St Dominic, depois de ter sido transformado nos Jardins da Fortaleza Vermelha.

Como a capital dos Sete Reinos, Malta abrigou o Trono de Ferro por algum tempo. Apropriadamente, uma das sedes para as filmagens foi o Palácio de San Anton, na vida real, a residência do presidente da ilha.

Ilha de Gozo

A apenas uma curta viagem de barco de distância, o cenário natural com a formação rochosa de Azure Window está localizado na pequena ilha de Gozo, e foi usado como locação para o casamento de Daenerys Targaryen com Khal Drogo.

CROÁCIA

A segunda temporada contou com filmagens do Porto Real na Croácia, especificamente em Dubrovnik e Lokrum. Com Dubrovnik sendo uma cidade murada à beira-mar, semelhante à capital Westeros, os produtores contaram com oportunidades adicionais para filmar cenas externas.

ISLÂNDIA

Vulcânica, mas extremamente gelada, a Islândia é realmente a Terra de Gelo e do Fogo. Estéril, de aparência alienígena, bonita, porém brutal, essa misteriosa paisagem é o local perfeito para as terras além do Muro. O produtor Chris Newman disse que os cenários foram escolhidos por suas características para que se assemelhassem o máximo possível com a realidade, já que eles não estavam “fazendo nada na pós-produção para adicionar montanhas ou neve ou qualquer coisa”.

Lago Myvatn, Islândia

As filmagens incluíram pontos como Höfoabrekkuheioi, a geleira Myrdalsjokull, a geleira Vatnajökull e o Lago Myvatn, que apesar de ser uma área protegida, é de fácil acesso para os visitantes.

MARROCOS

O Marrocos foi usado como cenário principal para muitas das viagens de Daenerys na terceira temporada. O país também abrigou filmagens de Porto Real para o programa piloto da série.

Ait Benhaddou

A cidade histórica de Ait Benhaddou, tombada como patrimônio mundial pela UNESCO, foi usada para representar Yunkai, ou a Cidade Amarela, para a qual a Mãe dos Dragões viajou. A bela cidade arenosa não é novidade para os holofotes, pois abrigou filmagens de Lawrence da Arábia, A Múmia e Gladiador.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below