Ex-presidente Bush expões retratos que pintou de líderes mundiais

sexta-feira, 4 de abril de 2014 16:26 BRT
 

Por Bill Trott

WASHINGTON, 4 Abr (Reuters) - O ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush divulgou na sexta-feira a exibição de uma série de retratos de líderes mundiais que ele pintou, em uma nova atividade que "abriu sua mente", mesmo sendo alvo de gozação de sua mãe.

A exposição intitulada "A Arte da Liderança: A Diplomacia Pessoal de um Presidente" estreia no sábado na Biblioteca e Museu Presidencial George W. Bush, em Dallas.

A exibição contará com pinturas de Bush de cerca de duas dezenas de personalidades com quem trabalhou durante seu período na Presidência de 2001 a 2009, incluindo o presidente russo, Vladimir Putin, o presidente afegão, Hamid Karzai, o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair e o Dalai Lama.

"Não dá para saber como essas pessoas vão reagir quando virem seus retratos", disse Bush em uma entrevista gravada na NBC com sua filha Jenna Bush Hager, correspondente especial do "Today".

Um auto-retrato e uma pintura de seu pai, George H.W. Bush, o 41o presidente, também fazem parte da exposição.

Bush não tinha interesse algum em pintura até deixar a Casa Branca e ler o ensaio de Winston Churchill "A Pintura Como Um Passatempo". Seus primeiros trabalhos incluem desenhos rápidos feitos para membros da família com um aplicativo para iPad.

"Eu queria ter certeza de que os últimos capítulos da minha vida seriam cheios, e a pintura, ao que parece, não só ajudou a preencher espaços, mas abriu a minha mente", disse Bush.

"Eu pinto muito, porque, como você sabe, sou uma pessoa determinada e eu quero melhorar. Um novo mundo se abriu".   Continuação...