Ex-lutador Ultimate Warrior more aos 54 nos EUA

quarta-feira, 9 de abril de 2014 10:12 BRT
 

9 Abr (Reuters) - O ex-lutador conhecido como The Ultimate Warrior, um dos mais famosos do circuito profissional de wrestling dos Estados Unidos, morreu aos 54 anos, dias depois de entrar para o Hall da Fama da categoria, disse a empresa organizadora, a World Wrestling Entertainment, em seu site.

The Ultimate Warrior ("o guerreiro máximo"), pseudônimo adotado por James Hellwig, começou a carreira na WWE em 1987 e se tornou um dos maiores astros da categoria, de acordo com a WWE, evocando o "épico confronto" em que ele derrotou Hulk Hogan no WrestleMania 6, tornando-se campeão.

A causa da morte não foi revelada. No sábado, ele havia sido incorporado ao Hall da Fama da WWE.

"Somos gratos pelo fato de, há poucos dias, Warrior ter tido a oportunidade de assumir o lugar que lhe era de direito no Hall da Fama da WWE, e que também tenha podido comparecer ao WrestleMania 30 e ao Monday Night Raw para falar à sua legião de fãs", disse a World Wrestling Entertainment.

O lutador, de 1,88 metro e 127 quilos, era conhecido por subir ao ringue com roupas coloridas e com uma longa cabeleira loura.

A família dele não foi localizada de imediato para comentar, e um email enviado ao site do lutador não foi respondido.

Em um texto cheio de sarcasmo que deixou no site, Hellwig falava sobre filosofia e sobre como, depois de se aposentar, no final dos anos 1990, transferiu sua energia dos ringues para a escrita, as palestras motivacionais e a vida familiar.

"O Ultimate Warrior funcionou porque eu o fiz funcionar. Era intenso porque eu já era. Seja o que for que eu faça -- lutar, escrever, malhar, falar e até confeccionar cachepôs--, vou fazer com ação e intensidade", escreveu.

Fãs e colegas usaram a Internet para lamentar a perda do lutador, que deixa a esposa, Dana, e duas filhas, segundo a WWE.   Continuação...