Celebridades de Hollywood levam manifesto climático à TV

quinta-feira, 10 de abril de 2014 11:02 BRT
 

Por Piya Sinha-Roy

LOS ANGELES, 10 Abr (Reuters) - Enquanto as temperaturas continuam subindo e vários hábitats se tornam ameaçados, um grupo de pesos-pesados de Hollywood quer chamar mais a atenção para esse problema com um novo documentário.

"Years of Living Dangerously" ("anos vivendo perigosamente"), documentário em nove capítulos que vai ao ar a partir de domingo no canal a cabo norte-americano Showtime, relata o impacto causado pela atividade humana sobre o clima global e as consequências da mudança climática para os humanos.

Do desaparecimento de florestas na Indonésia ao aumento na frequência dos incêndios florestais na Califórnia e uma seca devastadora no Texas, o documentário se propõe a devolver à ordem do dia um assunto que perdeu muita visibilidade desde o premiado filme "Uma Verdade Inconveniente", de 2006.

"Este é um momento muito crítico", disse o cineasta James Cameron (de "Avatar" e "Titanic"), que foi um dos produtores-executivos do documentário.

"Acho que a devastação para o planeta que estamos experimentando no próximo século é realmente bastante inconcebível para a maioria das pessoas, e acho que o que esta série pode fazer é torná-la familiar e torná-la muitíssimo real para as pessoas."

Para isso, Cameron convocou atores conhecidos, como Harrison Ford, Matt Damon, Don Cheadle, Jessica Alba, Michael C. Hall e Arnold Schwarzenegger, que também foi produtor-executivo.

No primeiro episódio, "Rezando por Chuva", Cheadle viaja a Plainview, Texas, onde os moradores enfrentam dificuldades econômicas por causa da forte seca na região, responsável pela desativação temporária, no ano passado, de uma fábrica de carnes embaladas da Cargill, principal fonte de empregos na região.

Cheadle encontra um ex-empregado da unidade que considera a seca "bíblica". Mas ele também entrevista a cientista Katharine Hayhoe, evangélica, que assumiu a missão de explicar os dados científicos por trás da seca.

Para Cameron, qualquer mudança nesse cenário só será possível com uma ação legislativa - que, pelo menos nos EUA, parece distante.

Em outro episódio, Ford viaja à Indonésia para tratar do desmatamento. O ex-Indiana Jones cobrou explicações do ministro das Florestas e do presidente do país, em reuniões que tiveram ampla cobertura jornalística.