Maestro da salsa José "Cheo" Feliciano morre em acidente em Porto Rico

quinta-feira, 17 de abril de 2014 16:58 BRT
 

SAN JUAN, 17 Abr (Reuters) - O cantor porto-riquenho José Luis "Cheo" Feliciano, que se apresentou junto às principais estrelas da salsa, morreu na madrugada desta quinta-feira ao colidir o veículo que dirigia contra um poste de eletricidade em San Juan, informou a polícia.

O artista, que tinha 78 anos, morreu pouco depois das 4h (horário local), segundo Axel Valencia, um porta-voz da polícia em San Juan. O governador de Porto Rico, Alejandro García Padilla, declarou três dias de luto.

O jornal El Nuevo Día, de Porto Rico, disse que o carro Jaguar do cantor bateu contra um poste de eletricidade.

"Parece que perdeu o controle em uma curva", disse o inspetor policial Jorge Hernández, acrescentando que Feliciano não usava o cinto de segurança.

As homenagens de fãs e colegas se multiplicaram.

Em mensagem no Twitter, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse que "o maestro da salsa... sempre levou com orgulho seu Porto Rico amado, se assumiu caribenho e nos presenteou ritmo e poesia para nos encher de vida".

O músico, que nasceu em Ponce, em Porto Rico, deixou a escola aos 17 anos para se formar nas principais orquestras de salsa em Nova York, segundo a Billboard.com.

Feliciano se apresentou com Joe Cuba antes de se juntar ao grupo de estrelas do selo Fania.

O cantor, que gravou 17 discos e é conhecido por sucessos como "Anacaona", "El Ratón", "Amada Mía" e "Juan Albañil", recebeu um prêmio Grammy Latino em 2008.   Continuação...