Mulheres voltam a ser maioria no júri de Cannes

segunda-feira, 28 de abril de 2014 13:36 BRT
 

PARIS, 28 Abr (Reuters) - A cineasta neozelandesa Jane Campion comandará um júri de cinco mulheres e quatro homens no Festival de Cinema de Cannes neste ano, a primeira vez desde 2009 que o grupo tem maioria feminina.

O anúncio, feito nesta segunda-feira, parece ser uma resposta às críticas de que o mais prestigioso festival do cinema mundial dá pouco espaço às mulheres.

Campion foi a única mulher da história a conquistar a Palma de Ouro em Cannes, por seu filme "O Piano", de 1993.

As outras mulheres no júri serão a cineasta Sofia Coppola, dos EUA, e as atrizes Carole Bouquet (França), Leila Hatami (Irã) e Jeon Do-yeon.

Estarão no júri também o ator norte-americano Willem Dafoe, o ator e diretor mexicano Gael Garcia Bernal, o cineasta chinês Jia Zhanke e o diretor dinamarquês Nicolas Winding Refn.

Dos 18 filmes na competição oficial deste ano, apenas dois foram dirigidos por mulheres: "Still the Water", da japonesa Naomi Kawase, e "Le Meraviglie", da italiana Alice Rohrwacher.

(Reportagem de Michael Roddy)

 
Diretora Jane Campion durante coletiva de imprensa no 62º Festival de Cinema de Cannes. A cineasta neozelandesa Jane Campion comandará um júri de cinco mulheres e quatro homens no Festival de Cinema de Cannes neste ano, a primeira vez desde 2009 que o grupo tem maioria feminina. 15/05/2009. REUTERS/Vincent Kessler