Ibovespa sobe em movimento de ajuste após maior queda em quase nove anos

sexta-feira, 19 de maio de 2017 11:28 BRT
 

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subia nesta sexta-feira, em movimento de ajuste após desabar na véspera na esteira da revelação de gravação de conversa do presidente Michel Temer com Joesley Batista, um dos controladores da JBS.

Às 11:27, o Ibovespa subia 3,03 por cento, a 63.461,47 pontos. Na véspera, o índice despencou 8,8 por cento, a maior perda diária desde outubro de 2008. O giro financeiro era de 3,28 bilhões de reais.

O áudio, segundo operadores, não é comprometedor a ponto de justificar a continuidade da sangria dos mercados vista na quinta-feira, embora a situação ainda demande cautela.

"As gravações não se mostram tão contundentes... portanto, se for só isso, não é conclusivo", disse o gestor da mesa de operações de Bovespa da corretora Coinvalores, Marco Tulli Siqueira.

Na conversa com Temer, Joesley Batista confessa ter pago propina a um procurador da República para ter acesso antecipado a investigações que o envolvia, reclamou de nomeações para cargos importantes no governo, defendeu uma queda mais acentuada da taxa Selic e disse que "zerou" as pendências com o ex-deputado Eduardo Cunha.

No entanto, investidores ainda veem o modo de cautela predominando na bolsa nos próximos pregões, com riscos maiores às reformas, principalmente a da Previdência. Antes da turbulência da véspera, o otimismo com o andamanto no Congresso Nacional das mudanças na Previdência vinha ajudando a manter o tom positivo dos mercados.

"Teremos turbulências sim, há danos com os acontecimentos que fazem todos perderem", completou Siqueira.

  Continuação...