Red Hat prevê crescimento de 50 por cento em receita na China

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 12:18 BRST
 

XANGAI (Reuters) - A Red Hat, cuja atividade principal são serviços para o software Linux, espera que sua receita na região da China cresça em 50 por cento no ano fiscal que se encerra em fevereiro de 2009, devido à saudável alta no número de seus clientes empresariais, anunciou um importante executivo da empresa na quarta-feira.

A projeção se compara ao crescimento de 30 por cento esperado para a região no ano fiscal de 2008, disse Andrew Hu, presidente da Red Hat na China, em entrevista à Reuters.

A região chinesa da Red Hat -que abarca Hong Kong, Taiwan e a China continental- responde por dois por cento do total de receita do grupo, que atingiu os 400,6 milhões de dólares no ano fiscal de 2007.

A Red Hat, que estabeleceu uma instalação de teste, pesquisa e desenvolvimento em Pequim, também espera elevar seu número de funcionários na China continental a 200, dentro de um ano, ante os atuais 60, disse Hu.

A Red Hat oferece serviços de assistência e atualização para sua versão do Linux, que pode ser modificado e copiado livremente, ao contrário de software fechado como o sistema operacional Windows, da Microsoft.

(Reportagem de Sophie Taylor)