Nokia prevê que metade dos celulares terão GPS em 2010-12

quarta-feira, 14 de maio de 2008 14:57 BRT
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Nokia planeja acrescentar recursos de navegação a metade dos celulares que vende, dentro de alguns anos, a fim de encontrar novas fontes de receita em meio à queda nos preços dos aparelhos, disse um importante executivo da maior fabricante mundial de celulares.

Michael Halbherr, diretor de atividades de localização da Nokia, disse à Reuters que se sente confortável e que a meta adotada pela empresa um ano atrás, de equipar pelo menos metade de seus celulares com chips do sistema GPS de posicionamento global, será realizada no período 2010 a 2012.

"Estamos planejando vender 35 milhões de unidades equipadas com GPS este ano", disse Halbherr, "e muitos outros aparelhos com recursos de localização que poderão se orientar em um mapa com base na posição das torres de telefonia móvel".

"Não haverá muitos modelos série E ou N sem GPS", ele afirmou.

No ano passado, a Nokia vendeu 437 milhões de celulares e espera que esse volume cresça em mais de 10 por cento neste ano. A empresa vendeu 38 milhões de unidades da série N, multimídia, e cerca de 7 milhões de unidades da série E, de uso empresarial.

Os chips GPS utilizam satélites em órbita da Terra para determinar a localização exata do usuário do aparelho, o que permite a operação de diversos serviços que têm por base a localização. A SiRF Technology Holdings é a maior produtora mundial de chips GPS.

Em outubro, ao revelar uma oferta de 8,1 bilhões de dólares pela Navteq, uma provedora norte-americana de mapas digitais, a Nokia anunciou que teria dezenas de celulares com recursos de navegação no mercado até o final de 2008.

A empresa vende cinco modelos com sistemas GPS incorporados, e outros quatro chegarão às lojas nos próximos meses.   Continuação...