Vendas mundiais de chips crescem 7,6 por cento em julho

terça-feira, 2 de setembro de 2008 13:35 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As vendas mundiais de semicondutores cresceram em 7,6 por cento em julho ante o resultado do mês no ano anterior, auxiliadas pelo forte crescimento nas vendas de bens de consumo eletrônicos, computadores pessoais e celulares, informou uma associação setorial.

As vendas mundiais atingiram 22,178 bilhões de dólares, ante 20,603 bilhões de dólares em julho de 2007, de acordo com o relatório mensal da Semiconductor Industry Association (SIA).

"Os televisores LCD devem registrar alta de 32 por cento nas vendas em volume este ano, enquanto os decodificadores para TV e câmeras digitais terão alta de cerca de 20 por cento", anunciou em comunicado o presidente da SIA, George Scalise.

Ele acrescentou que o setor está desfrutando dos benefícios propiciados pelo crescimento de 3,3 por cento no Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos e pela força continuada dos mercados mundiais.

Excluídos os produtos de memória, as vendas de semicondutores cresceram 11,6 por cento ante o ano anterior e 3,2 por cento de forma sequencial.

O crescimento de 7,6 por cento ficou ligeiramente abaixo dos oito por cento de crescimento registrado em junho.

Em outro estudo, o instituto Gartner anunciou na terça-feira que qualquer recuperação na demanda mundial por chips deve demorar até 2010, dada a redução na demanda projetada para o segundo semestre deste ano e o agravamento da condição econômica mundial.

A SIA reportou na terça-feira que as vendas de chips de memória DRAM e flash NAND continuam a cair como resultado da erosão continuada nos preços.

(Reportagem de Franklin Paul e S John Tilak)