Sonda da Nasa descobre relâmpago nos pólos de Júpiter

terça-feira, 9 de outubro de 2007 18:29 BRT
 

Por Will Dunham

WASHINGTON (Reuters) - Uma sonda da Nasa observou relâmpagos nos pólos de Júpiter, disseram cientistas na terça-feira.

A sonda New Horizons, que passa pelo maior planeta do Sistema Solar a caminho de Plutão, também fez imagens dos pequenos anéis de Júpiter, estudou uma enorme tempestade em forma de redemoinho e explorou a longa cauda magnética do planeta.

A Nasa divulgou as descobertas científicas da missão na revista Science, mas já havia apresentado seus destaques no começo do ano.

A New Horizons, que tem o tamanho de um piano, atingiu em 28 de fevereiro a sua aproximação máxima com Júpiter, e em seguida usou a considerável gravidade do planeta gasoso para lhe dar impulso na direção de Plutão, aonde deve chegar em julho de 2015.

Enquanto estava por ali, a nave mais rápida já lançada da Terra voltou suas câmeras e sensores para Júpiter e para suas quatro maiores luas, fazendo cerca de 700 observações.

Para Jeff Morre, da equipe científica responsável pela sonda, "o encontro ocorreu da melhor forma possível".

Sabe-se que Io, uma das quatro luas observadas, tem vulcões ativos. Uma das 11 colunas de fumaça vulcânica ali detectadas, com 320 quilômetros de altura, era particularmente ativa -- pertencia ao vulcão Tvashtar e foi, segundo os cientistas, a melhor imagem já vista de uma erupção em Io.

"Por uma sorte incrivelmente boa, chegamos por acaso no momento em que uma dessas raras 'supererupções' ocorreu", disse Moore.

A New Horizons permitiu que os cientistas entendessem melhor a dinâmica atmosfera jupiteriana. Por exemplo, eles viram raios nos dois pólos, fenômeno antes só testemunhado na Terra.

Também já foram detectados relâmpagos em outros lugares de Júpiter. As novas conclusões mostraram que os raios não se concentram perto do equador do planeta, o que sugere que as nuvens de convecção são provocadas por diferenças térmicas em todo o planeta, segundo os cientistas.