Ações da Nintendo param de subir depois de alta recorde

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007 16:42 BRST
 

Por Kiyoshi Takenaka

TÓQUIO (Reuters) - As ações da produtora de videogames e consoles Nintendo estão fazendo uma pausa depois de semanas de alta continuada, e os analistas dizem que é improvável que a tendência futura de as ações saltarem antes da divulgação dos dados sobre as vendas da empresa na temporada de fim de ano.

Os papéis da Nintendo tiveram alta superior a 500 por cento nos 24 meses até outubro, devido à forte demanda pelo sistema portátil de videogames DS e pelo console Wii, o que fez da criadora de conhecidos personagens de videogames como Mario e Zelda a terceira mais valiosa das empresas japonesas.

Mas os títulos da companhia recuaram em oito por cento de novembro para cá, com desempenho inferior ao índice Nikkei, cuja queda foi de cinco por cento no período.

"Não houve mudança nos fundamentos. A Nintendo continua a ter forte ímpeto em termos de receita", disse Mitsushige Akino, administrador do fundo de investimentos Ichiyoshi Investment Management.

"A diferença é que os participantes do mercado agora compreenderam o potencial da Nintendo, e ele está incorporado ao preço das ações. Em 2005, ninguém imaginava que a Nintendo chegaria à posição que ocupa agora."

O Wii, da Nintendo, era considerado como azarão na disputa tripla de consoles contra o PlayStation 3, da Sony, e o Xbox 360, da Microsoft.

Mas a máquina, equipada com controladores dotados de sensores de movimentos que permitem aos jogadores comandar a ação na tela manipulando o controle como uma espada ou raquete, superou o PS3 em vendas desde que os dois modelos foram lançados, um ano atrás, derrubando a Sony de sua posição dominante no setor de videogames.

A Nintendo havia vendido 13,2 milhões de unidades do Wii até setembro, ante 5,6 milhões de unidades para o PS3.

No entanto, nos últimos meses surgiram sinais de alta nas vendas do PS3, com o corte de preços e o lançamento de uma nova versão pela Sony.

Dados da Media Create, um grupo de pesquisa, indicam que as vendas do PS3 no Japão ultrapassaram as do Wii pela primeira vez na semana de 11 de novembro, o que abalou a confiança dos investidores na Nintendo, embora o Wii tenha reconquistado a liderança duas semanas mais tarde.