TV de Al Gore chama espectadores pela Web para criar programação

terça-feira, 16 de outubro de 2007 13:28 BRST
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Current, rede de TV sustentada pelo vencedor do Nobel da Paz Al Gore, disse que adotará uma nova estratégia, convocando o público a enviar vídeos e comentários pela Internet e usar o material nas transmissões.

O canal, que permite aos videomakers profissionais apresentar peças noticiosas, deve avançar alguns passos na segunda-feira, convidando os interessados a fornecerem material a ser usado no site e nas transmissões da Current.

Os programas da rede chegam a telespectadores dos EUA, da Grã-Bretanha e da Irlanda por meio do cabo e de satélites.

Ao reformular seu site, a Current adotou várias das tendências mais populares da Internet. Os usuários, uma vez cadastrados, são estimulados a melhorar as páginas do site do canal devotadas a assuntos específicos, de forma semelhante ao que acontece com a enciclopédia virtual Wikipedia, cujos verbetes podem ser alterados por qualquer um.

Ao disponibilizar o novo site (Current.com) aos usuários e aos contribuintes em potencial, a empresa diz pretender criar a primeira rede online e televisiva integrada que permite aos interessados criarem notícias e a votarem sobre quais notícias são ou não relevantes.

"Durante anos, a tentativa de unir a TV com a Internet resumiu-se basicamente a duplicar o conteúdo em um outro meio de comunicação", afirmou o diretor executivo da Current, Joel Hyatt, um empreendedor de sucesso que fundou o canal junto com Gore.

Nos testes iniciais, a empresa chamou os usuários a fazerem contribuições sobre vários assuntos, carregando fotos, animações, vídeos armazenados no YouTube, desenhos, comentários em texto e respostas via webcam.

O canal, 24 horas no ar, tem sede no bairro de mídia digital de San Francisco, onde ficam a revista Wired e os novos escritórios de empresas de ponta, como Google, MySpace e Yahoo.   Continuação...