Yahoo vai oferecer serviços de busca a outras empresas

quinta-feira, 10 de julho de 2008 10:21 BRT
 

Por Eric Auchard

SAN FRANCISCO (Reuters) - O Yahoo permitirá que clientes, pesquisadores e até rivais construam versões personalizadas de serviços de busca com base em sua tecnologia, introduzindo um modelo de revenda em um importante mercado de Internet no qual a empresa ocupa distante segundo posto com relação ao Google .

No maior esforço do grupo de Internet para enfrentar seus problemas por meio de uma estratégia diferenciada no mercado de buscas, o Yahoo anunciou na quarta-feira a introdução de uma nova estratégia conhecida como "Build your Own Search Service" (BOSS) [construa seu próprio serviço de busca].

Além do acesso profundo que os programadores receberão para criar serviços personalizados de busca por links e texto, o Yahoo também permitirá acesso externo aos seus bancos de dados de notícias e imagens, e permitirá que os usuários criem permutações próprias com o serviço de notícias Yahoo News e com o serviço de fotografia online Flickr.

O Yahoo pretende fornecer até serviços de verificação ortográfica aos seus parceiros. O Yahoo está lutando para se manter independente diante da contestação de investidores independentes que desejam demitir o comando da empresa e seus conselheiros a fim de reiniciar as negociações quanto a uma possível fusão com a Microsoft, para formar um gigante da Internet capaz de concorrer com o Google .

A decisão destaca a ambição do Yahoo de continuar concorrendo com o Google, ainda que esteja formando uma aliança com o rival em um mercado correlato.

No mês passado, Google e Yahoo chegaram a um acordo nos termos do qual o Yahoo permitirá que o Google venda parte da publicidade veiculada ao lado dos resultados de busca do Yahoo.

O Yahoo estima que desenvolver tecnologias de busca novas e operá-las com alcance pleno na Internet requereria investimento de capital de 300 milhões de dólares para uma empresa iniciante, em termos de hardware, redes, programação e consultoria especializada.

"Queremos movimentar o mercado de busca ao remover essa barreira ao acesso, abrindo espaço a mais participantes e idéias", disse Prabhakar Raghavan, estrategista chefe da Yahoo Search, em entrevista por telefone.