Cartoon Network lança videogame diferenciado

quinta-feira, 17 de abril de 2008 16:54 BRT
 

Por Paul Hyman

LOS ANGELES (Reuters) - Existem dois extremos no espectro do videogame: os minúsculos jogos casuais, de uso estritamente pessoal, em uma ponta, e na oposta os complexos jogos online para múltiplos jogadores (MMOG), que podem atender a milhares de jogadores simultaneamente. Os dois tipos raramente se encontram, se é que já o fizeram. Até agora.

A Cartoon Network está a ponto de lançar um paradoxo no mundo dos videogames, que ela define como "MMOG casual." E ele pode ser apenas o primeiro título em uma nova tendência, de acordo com a Hollywood Reporter.

Em abril de 2006, "Toontown", da Disney, havia capturado apenas 0,9 por cento do mercado de MMOGs, desde seu lançamento em junho de 2003.

No entanto, isso bastou para convencer a concorrente Cartoon Network a colocar um MMOG em desenvolvimento, que ela planejava lançar na primavera de 2008.

Agora a primavera chegou, e "FusionFall," o MMOG da Cartoon Network, já teve seu lançamento adiado duas vezes, primeiro para o verão deste ano e agora para o final do ano, por motivos que os representantes da Cartoon Network preferem não discutir.

"Vamos dizer que MMOGs são jogos muito grandes, muito profundos, e que eles estão prontos quando estão prontos," afirma Chris Waldron, o produtor executivo do título. "Precisam de muitos testes, de muito polimento, e é esse o processo pelo qual estamos passando."

De fato, a Cartoon Network está sob intensa pressão para "acertar a mão" e diferenciar "FusionFall" claramente de seus concorrentes, naquilo que alguns observadores descrevem como um mercado de MMOG excessivamente movimentado, talvez saturado.

"Quando começamos a desenvolver 'FusionFall', 'Toontown' era o único MMOG para crianças," aponta Waldron. "Desde então, surgiram muitos títulos do gênero para a mesma faixa etária que atendemos. O mercado está bem lotado, e há ainda mais títulos em desenvolvimento, o que o tornará ainda mais movimentado. Mas eu honestamente acredito que o nosso jogo seja diferente."

É por isso que Paul Condolora, vice-presidente sênior da Cartoon Network New Media, define "FusionFall" como "um MMOG casual, fácil de jogar, muito acessível, e que não requer muito tempo, como no caso dos MMOGs mais radicais."