Tailândia suspende vendas de GTA depois de homicídio

segunda-feira, 4 de agosto de 2008 10:08 BRT
 

Por Nopporn Wong-Anan

BANCOC (Reuters) - Um distribuidor tailandês de videogames suspendeu as vendas de "Grand Theft Auto" na segunda-feira depois que um adolescente confessou o assalto e homicídio de um motorista de táxi em uma tentativa de recriar uma cena do jogo.

"Estamos enviando hoje uma solicitação às lojas e pontos de vendas para que removam os jogos de suas prateleiras, e os substituiremos por outros títulos", disse Sakchai Chotikachinda, diretor de marketing e vendas da New Interactive Media, à Reuters.

"Também estamos instando as casas de videogames a retirar esse jogo de seus serviços", disse Sakchai. Um estudante de segundo grau de 18 anos de idade, agora detido à espera de posteriores investigações e julgamento, pode ser sentenciado à morte caso seja considerado culpado pelo assalto e homicídio contra um taxista de 54 anos morto a facadas no final de semana.

A polícia informou que o jovem, jogador obsessivo de "Grand Theft Auto", não mostrava sinais de problemas mentais durante o interrogatório, e que havia confessado ter cometido o crime por causa do jogo.

"Ele disse que desejava descobrir se roubar um táxi na vida real era tão fácil quanto no jogo", disse Veeravit Pipattanasak, investigador chefe da polícia, à Reuters.

O jovem, descrito por seus pais como polido e diligente, foi detido na noite de sábado depois de ser apanhado tentando dirigir um táxi de ré por uma rua de Bancoc, levando o motorista seriamente ferido no banco de trás, reportaram os jornais.

O suspeito disse à polícia que não tinha intenção de matar o motorista, a quem ele havia escolhido como vítima devido à idade, mas que o havia esfaqueado mortalmente quando ele reagiu, reportaram os jornais.

"Grand Theft Auto", agora disponível em sua quarta edição, foi criticado por representar atos de violência, entre os quais espancamentos, roubos de carros, homicídios motorizados, embriaguez ao volante e prostituição.

Um importante funcionário do Ministério da Cultura tailandês disse que o homicídio é um alerta às autoridades quanto à necessidade de tratar da questão dos videogames violentos, e instou os pais a dedicar mais atenção aos títulos que seus filhos jogam.

(Por Nopporn Wong-Anan)

 
<p>Caixas do jogo 'Grand Theft Auto IV' vistas em Nova York, dia 28 de abril. Um distribuidor tailand&ecirc;s de videogames suspendeu as vendas de 'Grand Theft Auto' na segunda-feira depois que um adolescente confessou o assalto e homic&iacute;dio de um motorista de t&aacute;xi em uma tentativa de recriar uma cena do jogo. Photo by Lucas Jackson</p>