ANÁLISE-Choque de culturas é desafio à criação da Microhoo!

sábado, 2 de fevereiro de 2008 15:37 BRST
 

Por Daisuke Wakabayashi

SEATTLE (Reuters) - Os funcionários do Yahoo acostumados a vestir camiseta roxa e jeans podem em breve ter de passar a comprar camisas sociais e calças cáqui.

Se a Microsoft conseguir comprar este ícone da Internet, a gigante de softwares enfrentará o choque entre a cultura corporativa mais relaxada do Yahoo e o ambiente de trabalho mais formal da Microsoft, onde mesmo reuniões casuais exigem o uso de PowerPoint.

Esse choque de culturas é apenas o primeiro dos desafios à frente da Microsoft, caso a oferta de 45 bilhões de dólares seja aceita.

Antes de tudo, a Microsoft deve convencer os melhores e mais inteligentes executivos do Yahoo a enterrar os anos de animosidade no Vale do Silício contra seu vizinho mais rico do norte e a trabalhar em conjunto contra um inimigo comum: Google Inc.

Enquanto isso, os altos executivos da Microsoft terão uma companhia de web que será uma Arca de Noé -- com dois exemplares de tudo -- e precisará ser remodelada numa marca coesa.

"Com certeza será um longo processo", disse Toan Tran, analista da Morningstar, observando que a própria restruturação do Yahoo acrescenta outra camada de complexidade ao que já seria uma árdua integração.

O executivo-chefe da Microsoft, Steve Ballmer, lançou sua ofensiva na sexta-feira, dizendo em conference call a analistas que os funcionários do Yahoo devem estar "muito, muito animados" com a oferta da Microsoft, que as duas empresas compartilham uma visão da Web e serão mais competitivas juntas.

A companhia sediada em Redmond, Washington, tende a formar executivos agressivos, no estilo de Ballmer, que raramente se omitem de uma briga, enquanto o Yahoo faz propaganda de sua "irreverência".   Continuação...