Cientistas dos EUA desenvolvem câmera em formato de olho

quarta-feira, 6 de agosto de 2008 20:54 BRT
 

Julie Steenhuysen

CHICAGO (Reuters) - Tomando de empréstimo um dos melhores designs da natureza, cientistas norte-americanos construíram uma câmera em forma de olho utilizando materiais sensores convencionais, e dizem que ela pode melhorar o desempenho das câmeras digitais e melhorar a capacidade de desenvolver imagens do corpo humano.

O aparelho pode até levar ao desenvolvimento de dispositivos protéticos, entre os quais um olho biônico, eles afirmaram.

"Trata-se da primeira vez em que demonstramos uma câmera em superfície curva que realmente a torna parecida com um olho humano", disse Yonggang Huang, da Northwestern University, em Evanston, Illinois, cujo trabalho foi reportado na quarta-feira pela revista Nature.

Huang, que trabalhou no projeto com John Rogers, da University of Illinois em Urbana-Champaign, desenvolveu uma solução relativamente simples para o já antigo problema de transferir componentes microeletrônicos a uma superfície curva sem quebrá-los.

"Se você simplesmente dobrá-los, esses materiais se provam quebradiços como uma tigela de cerâmica e se partem", disse Huang em entrevista por telefone.

Para resolver o problema, Huang e Rogers desenvolveram uma material em forma de malha composto de pequenos quadrados que alojam fotodetectores e componentes eletrônicos. Os quadrados são conectados por pequenos cabos que dão a cada componente a capacidade de se moldar a uma superfície curva.

"Essa abordagem permite que coloquemos eletrônica em lugares onde antes isso seria impossível", afirmou Rogers em comunicado.

Com verbas da National Science Foundation e do Departamento de Energia dos Estados Unidos, Huang e Rogers construíram uma câmera digital que tem o tamanho, a forma e a disposição espacial de um olho humano. Huang disse que a forma curva melhora acentuadamente o campo de visão, e coloca toda a imagem em foco.

Atualmente, quando você tira fotos, a porção média é muito clara, mas as bordas se tornam menos e menos claras", disse Huang. "A tecnologia curva permitirá que a imagem toda fique clara."