Cosmonautas fazem saída arriscada ao espaço para consertar Soyuz

quinta-feira, 10 de julho de 2008 17:14 BRT
 

Por Irene Klotz

CABO CANAVERAL, EUA (Reuters) - Dois cosmonautas da Estação Espacial Internacional (ISS) saíram ao espaço, nesta quinta-feira, para retirar um parafuso explosivo da cápsula Soyuz, na esperança de consertar um problema que provocou aterrissagens desagradáveis para os ocupantes anteriores do veículo de transporte russo.

A missão de seis horas de Sergei Volkov, comandante da ISS, e de Oleg Kononenko, engenheiro-chefe de vôo, começou às 15h48 (horário de Brasília).

"Nós analisamos muito cuidadosamente os riscos envolvidos na retirada do parafuso explosivo", afirmou Bob Dempsey, diretor de vôo da Nasa (agência espacial dos EUA). "Estamos bastante confiantes de que se trata de uma operação segura."

Essa será a primeira saída ao espaço dos cosmonautas, que estão a bordo da estação desde abril. Seu companheiro de tripulação, o astronauta da Nasa Greg Chamitoff, permanecerá dentro da Soyuz durante a missão a fim de evitar ficar eventualmente impossibilitado de seguir a rota de fuga da ISS caso necessário.

"Nós não gostamos de separar a tripulação do veículo de fuga", afirmou Dempsey. "É por isso que Greg ficará lá dentro. Ele contará com os mesmos laptops, livros e computadores para trabalhar enquanto estiver ali."

A Soyuz não saiu do lugar desde que a ex-comandante da estação Peggy Whitson e sua tripulação vivenciaram uma aterrissagem de alta velocidade, fora de curso e de difícil controle a bordo uma outra Soyuz, no dia 19 de abril. Esse foi o segundo pouso consecutivo problemático da cápsula.

O motivo do defeito continua a ser investigado. O principal suspeito é um parafuso explosivo usado para separar a tripulação da Soyuz de um pequeno módulo de equipamento que não regressa para a atmosfera terrestre.

Há cinco ligações entre os dois compartimentos e todas elas contam com cargas extras de explosivo.   Continuação...

 
<p>Cosmonautas fazem sa&iacute;da arriscada ao espa&ccedil;o para consertar Soyuz. Imagem de v&iacute;deo mostra o engenheiro de v&ocirc;o Oleg Kononenko durante reparo. Dois cosmonautas da Esta&ccedil;&atilde;o Espacial Internacional (ISS) sa&iacute;ram ao espa&ccedil;o para retirar um parafuso explosivo da c&aacute;psula Soyuz. 10 de julho. Photo by Nasa Tv</p>