Juventude saudita frustrada se refugia no YouTube

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007 15:06 BRST
 

Por Ibtihal Hassan

RIAD, Arábia Saudita (Reuters) - Manobras arriscadas com automóveis, roubos de carros para passeios, agressões e dissidência política, o site de vídeo YouTube decolou na Arábia Saudita.

O site controlado pelo gigante da Internet Google está registrando dezenas de milhares de uploads e downloads no conservador reino saudita. Em geral, os arquivos são obra de jovens ávidos por expressar seu anseio de aventuras, suas opiniões políticas e os seus vídeos simplesmente bizarros

Boa parte do material vindo do país envolve automóveis, uma obsessão entre os jovens mais prósperos do país, que não podem ir ao cinema, manter contato com mulheres de fora de suas famílias ou até mesmo entrar em certos shopping centers devido a proibições religiosas impostas pelas autoridades e por estudiosos islâmicos.

"Only in Saudi Arabia" ("Só na Árabia Saudita") é um vídeo que mostra dois adolescentes pendurados nas portas de um carro em movimento, causando problemas a outros motoristas. O vídeo recebeu cerca de 379 mil visitas em um ano.

"Temos clipes diários de carros fazendo 'drifting' (derrapagens) pelas ruas de Riad", diz o universitário Saif, 21, em referência à atual moda de manobras radicais e de roubos de carros para passeios.

"Um vídeo recente, que ganhou muita popularidade, mostra um Porsche e um BMW de luxo em um racha na rua Tahliya, em Riad", acrescentou ele, citando a sofisticada avenida cujos cafés atraem grande clientela masculina todas as noites.

O governo anunciou no mês passado que imporia pesadas multas e sentenças de prisão, em um esforço por combater a crescente incidência de comportamento perigoso ao volante de parte dos jovens em busca de aventuras.

"Os adolescentes não têm algo melhor a fazer. A maior parte deles têm carros de último tipo, eles têm habilitação, a gasolina é barata e as ruas da cidade são largas", disse Ayman, outro universitário.   Continuação...