Internet revoluciona transparência pública, diz Bill Gates

sexta-feira, 4 de abril de 2008 21:53 BRT
 

MIAMI (Reuters) - O presidente da Microsoft, Bill Gates, atribuiu na sexta-feira à Internet avanços "fenomenais" na transparência das finanças dos governos, citando o caso das prestações de conta na Escandinávia.

"Os países nórdicos, com Suécia e Dinamarca, realmente levaram isso a um nível incrível", disse Gates numa conferência sobre governos na América Latina, preparatória para a reunião anual do Banco Interamericano de Comércio em Miami.

"Quando um ministro [nórdico] sai para almoçar, você pode ver quanto ele gastou no almoço e quanto no táxi. Literalmente aparece [na Internet] em poucas horas", disse ele.

Ele se referia aos registros detalhados das atividades do governo nos sites oficiais, onde constam agendas ministeriais, orçamentos e dados de concorrências públicas.

"Em cada oferta feita [nas concorrências], os autores aparecem nas redes, você vê os termos que eles oferecem", afirmou Gates, referindo-se a novos procedimentos adotados em lugares como a Suécia.

"É um processo de concorrência muito aberto, muito transparente," disse ele, acrescentando que "coisas do governo que realmente importam" agora estão acessíveis no computador de qualquer um.

"Ainda há muito a ser feito," ressalvou o empresário. "A qualidade da governança melhorou, e podem melhorar muito mais, por causa da transparência da Internet."

Nos EUA também, segundo ele, há muitos dados do governo online, mas normalmente o jargão e as dificuldades de navegação afastam a maioria dos usuários.

"É aí que os países nórdicos são melhores. Nós [os EUA] não somos modelo para esse esforço em particular", afirmou Gates, que em junho deixará suas tarefas cotidianas na Microsoft para se dedicar exclusivamente à filantropia por intermédio da sua fundação.

(Reportagem de Tom Brown)