Astronautas consertam asa quebrada na Estação Espacial

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008 19:20 BRST
 

Por Irene Klotz

CABO CANAVERAL, Estados Unidos (Reuters) - Dois astronautas norte-americanos saíram ao espaço na quarta-feira para substituir um motor danificado numa das asas da Estação Espacial Internacional, permitindo que novos módulos sejam acrescidos.

"Obrigado por terem feito com que isso parecesse tão fácil", disse por rádio o astronauta Tom Marshburn, que estava no centro de controle da Nasa em Houston, aos tripulantes que acabavam de regressar de sete horas no espaço.

Foi a quinta caminhada espacial da comandante Peggy Whitson, de 47 anos, e a quarta do engenheiro de vôo Dan Tani, 46.

Tani deveria voltar para a Terra em dezembro, a bordo do ônibus Atlantis, mas a viagem foi adiada devido a problemas num sensor de combustível, já substituído. Os técnicos da Nasa se reuniriam na Flórida para decidir se tentam uma decolagem no próximo dia 7.

A nave levará o primeiro laboratório europeu permanente da estação, o Columbus. Em março, a Nasa pretende embarcar a primeira parte do laboratório japonês Kibo.

A Nasa já concluiu cerca de 60 por cento da estação, que tem um custo de 100 bilhões de dólares. A agência tem até 30 de setembro de 2010 para concluir os 12 vôos restantes destinados à construção e reabastecimento -- depois disso, os ônibus espaciais serão aposentados. Nesse período está previsto também um vôo para manutenção no telescópio espacial Hubble.