Sonda pode ter achado substância tóxica em Marte

terça-feira, 5 de agosto de 2008 11:25 BRT
 

Por Dan Whitcomb

LOS ANGELES (Reuters) - A sonda Phoenix Mars Lander pode ter encontrado perclorato, uma substância potencialmente tóxica usada no combustível espacial, nas amostras de solo recolhidas em Marte, disseram cientistas da Nasa na segunda-feira.

A agência espacial ainda vai realizar novos testes para confirmar a presença do material, mas descartou a contaminação da sonda.

A principal tarefa da Phoenix em Marte é descobrir se há ou houve água líquida em Marte e se existe ou existiu vida por lá, mesmo que microbiana.

Na semana passada, a Nasa divulgou provas supostamente definitivas de que existe água em Marte, resultado de novas análises sobre uma pedra de gelo recolhida em junho.

A Nasa evitou dizer que a presença do perclorato impediria a vida, embora seja sabido que essa substância oxidante é nociva aos humanos sobre certas circunstâncias. Sua presença no solo pode sugerir um ambiente menos hospitaleiro do que os cientistas pensavam.

"É surpreendente, já que uma medição anterior (do equipamento chamado Analisador Termal e Gás-Evoluído) do material na superfície era consistente com, mas não conclusivo a respeito da presença do perclorato", disse Peter Smith, cientista-chefe da Phoenix.

"Embora não tenhamos completado nosso processo sobre essas amostras de solo, temos resultados intermediários muito interessantes", acrescentou.

Segundo ele, análises mais detalhadas contrariaram a idéia inicial de que o solo de Marte seria semelhante ao da Terra.   Continuação...