Telecomunicações podem mostrar força ao anunciar resultados

terça-feira, 15 de abril de 2008 11:49 BRT
 

Por Niclas Milka

AMSTERDÃ (Reuters) - As empresas européias de telecomunicações terão a chance de provar aos investidores, na temporada de anúncio de resultados do primeiro trimestre, que seu desempenho não é tão ruim quando as recentes quedas nos preços de ações podem sugerir.

O índice DJ Stoxx de telecomunicações mostra queda de cerca de 22 por cento nas ações européias, do começo do ano para cá, enquanto o FTSEurofirst 300, que inclui outros setores, caiu apenas 15 por cento.

"Se estudarmos o que os preços das ações estão nos dizendo... eles estão basicamente prevendo que os resultados serão desfavoráveis, que teremos grandes decepções e projeções pessimistas para os dois próximos trimestres", disse Philippe Gijsels, analista de ações da Fortis.

Mas as ações de telecomunicações podem estar sendo punidas injustamente.

"O setor de telecomunicações normalmente seria visto como boa manobra defensiva --balanços fortes, exposição cíclica de apenas 12 por cento, bons índices de dividendos e assim por diante", afirmou, apontando que outros setores defensivos, como o de alimentos e bebidas e o de saúde, se saíram melhor.

Os analistas afirmam que os resultados das operadoras de telecomunicações no quarto trimestre foram percebidos como fracos, e que alguns investidores estão preocupados com a resistência das empresas do setor a uma desaceleração da economia, em meio a uma crise mundial de crédito.

Mas Markus Steinbeis, diretor de ações européias na Pioneer Investments, disse ter pouca dúvida de que as ações do setor de telecomunicações continuam a ser bom investimento defensivo.

"Os Estados Unidos são provavelmente um assunto à parte, porque os consumidores estão distendidos. Mas eu não transporia a situação ao plano mundial", disse.

"O maior problema são as margens, a guerra de preços em mercados saturados. Caso surjam indicações de uma estabilização das margens, o que eu esperaria que acontecesse, seria possível começar a observar o setor de maneira relativa", disse Steinbeis.