Discovery deixa Estação Espacial após 11 dias

segunda-feira, 5 de novembro de 2007 10:15 BRST
 

Por Jeff Franks

HOUSTON (Reuters) - O ônibus espacial Discovery deixou na segunda-feira a Estação Espacial Internacional, encerrando 11 dias de uma atribulada visita que inclui a entrega de um novo compartimento do complexo orbital e um complicado conserto num painel de energia solar.

Sob comando do piloto George Zamka, o Discovery se soltou delicadamente da estação, 348 quilômetros acima do oceano Pacífico, iniciando a viagem de dois dias até a Terra.

"Nave partindo", disse a comandante da estação, Peggy Whitson, badalando um sino de navio -- saudação naval que se tornou tradição também no complexo espacial.

"Obrigada, pessoal, pelo módulo [italiano Harmony, trazido pelo Discovery] e por toda a sua ajuda", disse ela por rádio ao ônibus.

O Discovery ainda deveria dar uma volta em torno da estação para tirar fotos para estudo por parte de engenheiros da Nasa. Em seguida, se afastaria a cerca de 65 quilômetros para uma inspeção final do escudo antitérmico do próprio ônibus.

A nave partiu no dia 23 do Centro Espacial Kennedy, na Flórida, onde deve pousar na tarde de quarta-feira.

No domingo, quando foi fechada a escotilha de separação, houve uma chorosa despedida entre os sete astronautas que voltam no ônibus e os três que ficam na estação.

 
<p>O &ocirc;nibus espacial Discovery (foto) deixou na segunda-feira a Esta&ccedil;&atilde;o Espacial Internacional, encerrando 11 dias de uma atribulada visita que inclui a entrega de um novo compartimento do complexo orbital e um complicado conserto num painel de energia solar. Photo by Nasa Tv</p>