China deve manter censura à web durante Olimpíada

quinta-feira, 8 de maio de 2008 10:17 BRT
 

Por Ben Blanchard

PEQUIM (Reuters) - A China não deve suspender a censura à Internet durante a Olimpíada em agosto nem dará garantias de que combaterá a pirataria de produtos licenciados com os símbolos olímpicos, disseram autoridades na quinta-feira.

Wang Wei, vice-presidente-executivo do comitê organizador, havia prometido "completa liberdade" à imprensa durante o evento, mas grupos de direitos humanos duvidam desse compromisso do regime chinês.

Em entrevista coletiva na quinta-feira, o ministro da Tecnologia, Wan Gang, deu sinais de que de fato as restrições devem ser mantidas. "A China sempre foi muito cautelosa quando se trata da Internet. Não tenho nenhuma informação clara sobre quais sites serão fechados ou monitorados. Mas para proteger a juventude há controles sobre sites insalubres", afirmou.

Entretanto, ele prometeu "garantir ao máximo" que não haverá sites bloqueados durante a Olimpíada. "Todo país limita o acesso a alguns sites. Mesmo nos países desenvolvidos, nem todo site pode ser acessado."

Como parte do plano de realizar uma "Olimpíada high-tech", haverá, segundo um manual distribuído na mesma entrevista coletiva, inúmeros pontos com conexão sem-fio em banda larga, para garantir "a conveniência dos jornalistas e imediatismo das notícias".

(Reportagem adicional de Liu Zhen e Paul Eckert em Washington)