Empresas de capital de risco perdem entusiasmo por Web 2.0

terça-feira, 18 de março de 2008 15:40 BRT
 

Por Anupreeta Dias

SAN FRANCISCO (Reuters) - O fluxo de capital para empreendimentos dirigido às redes sociais, blogs e outras aplicações interativas que formam a chamada Web 2.0 está começando a se reduzir, o que indica que o segmento está amadurecendo.

Os investimentos em empresas de Web 2.0 -- que incluem grupos como Facebook, hi5 e RockYou!, uma produtora de software de apresentações para redes sociais e outros sites -- cresceu 25 por cento em 2007, ante o ano anterior, de 143 para 178 transações.

Em cada um dos quatro anos anteriores, o investimento do setor de capital de empreendimentos nessas empresas havia duplicado, de acordo com o relatório Dow Jones VentureSource.

Mas embora o capital para empreendimentos esteja em desaceleração, as redes sociais e empresas semelhantes estão recebendo mais atenção do setor estabelecido de tecnologia e mídia, bem como dos investidores institucionais.

As empresas iniciantes, especialmente as de tecnologia, dependem do capital para empreendimentos em seus períodos iniciais. Os grupos de capital para empreendimentos apostam no futuro das empresas e esperam se beneficiar ao vender suas participações nas companhias iniciantes a empresas ou investidores estabelecidos, ou quando o capital dos novos grupos for aberto em bolsa.

A divisão America Online de Internet, da Time Warner, por exemplo, recentemente adquiriu o Bebo, um dos serviços britânicos de redes sociais mais populares, por US$ 850 milhões.

No ano passado, o setor de capital para empreendimentos e outros investidores ofereceram 1,34 bilhão de dólares em capital a empresas iniciantes de Web 2.0, de acordo com o relatório. Mas 22 por cento desse total, ou 300 milhões de dólares, foram investidos no site de redes sociais Facebook.

O grupo tem 67 milhões de usuários ativos e recebeu 240 milhões de dólares da gigante do software Microsoft, em 2007, além de levantar outros 60 milhões de dólares junto a investidores individuais em todo o mundo.