Lucro da Lenovo sobe 29% impulsionado por smartphones

quarta-feira, 21 de maio de 2014 10:03 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A chinesa Lenovo, quarta maior fabricante de celulares inteligentes do mundo, teve alta de 29 por cento no lucro líquido no ano fiscal encerrado em março, impulsionada por vendas fortes de smartphones que ajudaram a compensar fraqueza de crescimento na China.

A Lenovo está se expandindo para smartphones para compensar o declínio no mercado de computadores pessoais e acertou em janeiro a compra da unidade de celulares inteligentes da Motorola Mobility do Google por 2,9 bilhões de dólares.

A companhia, que se tornou uma marca global em 2005 após comprar a unidade de PCs da IBM, acertou também em janeiro a compra da unidade de servidores da gigante da informática por 2,3 bilhões de dólares, como uma outra maneira de combater as lentas vendas de PCs.

No entanto, as aquisições não tiveram um impacto sobre o lucro líquido para o ano até março, que cresceu 28,7 por cento, para 817 milhões de dólares, disse a Lenovo em um comunicado nesta quarta-feira.

Isso ficou em linha com a estimativa média de 34 analistas, de 819,7 milhões de dólares,. segundo dados do Thomson Reuters Eikon.

A receita cresceu 14,3 por cento, para 38,7 bilhões de dólares. Uma fraqueza geral na China foi compensada por um crescimento fora do mercado doméstico da Lenovo -- particularmente na Europa, Oriente Médio e África e Américas -- e também um salto na unidade de Internet móvel da companhia, onde está a área de smartphones.