Apple, Google e outras pagarão US$325 mi para encerrar processo por conluio

sexta-feira, 23 de maio de 2014 21:01 BRT
 

(Reuters) - Quatro grandes companhias do Vale do Silício formalmente concordaram em pagar 324,5 milhões de dólares para encerrar acusações de funcionários que alegaram que as empresas atuaram em conluio para não "roubar" empregados umas das outras.

O acordo entre Apple, Google, Intel, Adobe Systems e aproximadamente 64 mil funcionários foi divulgado em documentos encaminhados na quinta-feira à corte federal de San Jose, na Califórnia.

A juíza distrital Lucy Koh recebeu pedido para aprovar preliminarmente o acordo em uma audiência em 19 de junho, mas houve uma objeção de uma das partes, Michael Devine, segundo o qual o acordo livrava as empresas muito facilmente.

Impetrado em 2011, o processo acusava companhias do Vale do Silício de conspirar para manter os salários baixos e reduzir a competição. O caso vinha sendo acompanhado atentamente por conta do valor de indenizações pretendido, de 9 bilhões de dólares, e porque revelava como o Vale do Silício opera.

(Por Jonathan Stempel)