Ministro francês ainda quer consolidação entre operadoras de telecom

quinta-feira, 12 de junho de 2014 09:16 BRT
 

PARIS, 12 Jun (Reuters) - O governo francês ainda quer reduzir o número de operadoras de telefonia móvel no mercado nacional para três, ante quatro atuais, para colocar um fim à "espiral destrutiva" dos preços em queda, disse o ministro da Economia Arnaud Montebourg nesta quinta-feira.

"Nossa posição é trabalhar por um retorno para as três operadoras", disse Montebourg em uma conferência de telecomunicações organizada pelo jornal Les Echos.

Uma guerra de preços desencadeada pela chegada da operadora de baixo custo Iliad no mercado em janeiro de 2012, resultou em conversas abertas sobre consolidação nos últimos meses, com a Bouygues Telecom no centro das atenções após perder uma guerra de ofertas pela rival SFR para o grupo de cabo Numericable.

Desde então, a Bouygues mantém conversas por uma venda para a líder de mercado Orange ou para a Iliad, mas o presidente-executivo da empresa, Olivier Roussat, disse que as discussões não tiveram sucesso e agora planeja cortar 17 por cento do quadro de funcionários da operadora para reduzir custos e assegurar sua sobrevivência.

Duas pessoas próximas a situação disseram mais cedo que as conversas entre a Bouygues, Iliad e Orange empacaram no preço, mas que não descartavam a possibilidade de que as convesas fossem retomadas.

(Por Leila Abboud e Gwénaëlle Barzic)