Entregas terrestres da Fedex impulsionam receita no 4º tri

quarta-feira, 18 de junho de 2014 12:23 BRT
 

18 Jun (Reuters) - A FedEx divulgou um lucro trimestral melhor que o esperado uma vez que fortes envios de artigos comprados online impulsionaram o negócio de terra da segunda maior companhia de entrega de pacotes do mundo.

A FedEx disse também que seu lucro para 2015 deve se beneficiar de uma reestruturação e corte de custos contínuo.

A companhia, como a rival maior United Parcel Service (UPS), vem cortando custos para compensar preços crescentes de combustíveis e está reestruturando seu negócio Express, que faz entregas com data e hora garantidas.

A FedEx disse no mês passado que começará a cobrar pelo tamanho dos pacotes, e não só pelo peso, para cortar custos. A UPS veio em seguida com um anúncio parecido na terça-feira.

A companhia conseguiu um impulso em seu trimestre mais recente de um aumento de 8 por cento no volume médio de envio por terra, à medida que mais pessoas compram online em vez de visitar lojas.

As vendas no varejo online dos Estados Unidos devem dobrar para 508 bilhões de dólares até 2020 ante 260 bilhões de dólares em 2013, segundo a FTI Consulting.

A receita total para o quarto trimestre encerrado em 31 de maio subiu para 11,8 bilhões de dólares ante 11,4 bilhões de dólares. Analistas haviam esperado 11,66 bilhões de dólares, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S.

A FedEx divulgou lucro de 2,46 dólares por ação, bem acima da estimativa média de analistas de 2,36 dólares por papel.

Para 2015, a FedEx disse que espera lucro de 8,50 dólares a 9,00 dólares por ação. Analistas projetavam lucro de 8,76 dólares por papel.

(Por Sweta Singh e Sagarika Jaisinghani)