Órgão diz que acordo entre Google e Skybox aumenta manipulação de commodities

terça-feira, 24 de junho de 2014 19:27 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O órgão de defesa do consumidor Public Citizen pediu que os reguladores norte-americanos analisem a recente aquisição da startup aeroespacial Skybox Imaging feita pelo Google, por preocupação de que a tecnologia de satélite da empresa pode incitar a manipulação dos mercados de commodities.

Em carta a reguladores de energia federal e do mercado na sexta-feira, o Public Citizen disse que o acesso a imagens de da infraestrutura de óleo, gás e energia feitas por satélite da Skybox já ajuda bancos e fundos de hedge a "ganhar uma vantagem financeira e de inteligência" em commodities.

Os operadores de commodities já assinam os dados da Skybox que incluem imagens de satélite de embarcações de petróleo, atividades de oleodutos e locais de armazenamento, disse Tyson Slocum, diretor do programa de energia da Public Citizen, em carta à Comissão Federal de Regulação de Energia, que regula o mercado futuro de commodities, e à Comissão Federal de Comércio.

Outras empresas como a Genscape também fornecem dados proprietários para operadores que compram o que podem num mercado altamente competitivo.

Mas com acesso à enorme base de consumidores do Google, a tecnologia da Skybox pode exacerbar as vantagens injustas que já existem para grandes operadores.

"Os reguladores federais e o Congresso precisam agir para proteger os consumidores dos participantes de mercado que pretendem explorar informações não públicas para tirar vantagem de outros operadores", disse Slocum.

O Google não comentou as informações, e a Skybox não foi alcançada para comentar.

(Por Edward McAllister)