América Móvil considerará mudanças estruturais após reforma mexicana

quarta-feira, 25 de junho de 2014 20:57 BRT
 

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A América Móvil, do bilionário Carlos Slim, disse nesta quarta-feira que criou um comitê para avaliar opções em resposta a uma série de reformas no setor de telecomunicações mexicano que pretendem reduzir sua dominação.

O comitê irá estudar "opções estruturais, comerciais, tecnológicas e outras, assim como oportunidades oferecidas pelo novo marco regulatório mexicano", disse a companhia em comunicado.

A América Móvil disse que o novo comitê irá informar suas conclusões e recomendações para o Conselho e possivelmente para acionistas.

Um porta-voz da América Móvil não especificou imediatamente quem estará no comitê ou quando ele divulgará relatórios.

A reforma constitucional, que foi aprovada no ano passado, pretende reduzir o poder da América Móvil, que controle cerca de 80 por cento do mercado de linhas fixas do México e cerca de 70 por cento do mercado de celulares.

(Por Christine Murray)