Apple deve fazer mais para resolver questão de compras em aplicativos, diz UE

sexta-feira, 18 de julho de 2014 17:41 BRT
 

Por Julia Fioretti

BRUXELAS (Reuters) - A Apple não forneceu soluções concretas e imediatas para resolver o problema de adultos e crianças que fazem dívidas no cartão de crédito ao fazerem compras usando aplicativos de tablets e telefones celulares, disse a Comissão Europeia nesta sexta-feira.

Na sequência de preocupações levantadas por grupos de consumidores em alguns países europeus, o executivo da União Europeia chamou membros da indústria, políticos e autoridades de proteção ao consumidor para discutir diretrizes mais claras em fevereiro.

Desde então, o Google, dono do sistema operacional para smartphones Android, propôs medidas que estão sendo implementadas. As medidas incluem a proibição de usar a palavra "grátis" quando jogos contiverem aplicativos para compras e mudar as configurações padrão para que os pagamentos tenham que ser autorizados antes de cada compra.

Mas a Comissão disse que a Apple não fez quaisquer compromissos firmes para resolver o problema de aprovação de pagamentos.

"Não foram vistas soluções concretas e imediatas pela Apple até o momento para tratar das preocupações ligadas particularmente com a autorização de pagamentos", disse a Comissão em comunicado.

A Apple disse que vai abordar as preocupações levantadas pela Comissão, embora não tenha dado nenhum prazo sobre quando irá fazer as mudanças, disse o executivo da UE.

    "Durante o ano passado nós asseguramos que qualquer aplicativo que permita a clientes fazer compras sejam claramente identificados", disse um porta-voz da Apple. "Vamos continuar a trabalhar com os países membros da Comissão Europeia para dar respostas às suas preocupações".