23 de Julho de 2014 / às 00:12 / 3 anos atrás

Zuckerberg, do Facebook, irá testemunhar em tribunal em NY

NOVA YORK (Reuters) - O governo dos Estados Unidos vai chamar Mark Zuckerberg para testemunhar contra um homem no norte do Estado de Nova York acusado de tentar enganar o bilionário fundador do Facebook para levar uma participação de metade da empresa de mídia social, afirmou um promotor federal nesta terça-feira.

Zuckerberg deve ser testemunha-chave contra Paul Ceglia, que é acusado de forjar um contrato de 2003 com o executivo, que supostamente lhe conferia direito à metade do Facebook.

"É uma testemunha que o governo 100 por cento sabe que vai ser chamada a julgamento", disse o procurador assistente Christopher Frey em audiência perante o juiz distrital Andrew Carter, em um tribunal federal de Nova York.

O julgamento está marcado para 17 de novembro.

As acusações resultam em parte de uma ação civil de 2010 movida por Ceglia contra Zuckerberg e o Facebook em Buffalo, Nova York, alegando que os dois tinham assinado um contrato quando Zuckerberg era calouro na Universidade de Harvard, dando à Ceglia metade de um planejado site de rede social.

Zuckerberg tinha feito anteriormente um trabalho de programação para a empresa de Ceglia, StreetFax.com, e o Facebook disse anteriormente que o único contrato válido entre as partes era relacionado a essa empresa.

Promotores em Manhattan acusaram Ceglia em 2012 por falsificação de documentos como parte do litígio em Buffalo, incluindo o contrato e correspondência por e-mail com Zuckerberg.

Por Joseph Ax

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below